Autenticar

Autenticar

Aguiar da Beira

Inserido na Região Viseu Dão Lafões, bem no coração de Portugal, o concelho de Aguiar da Beira é composto por lugares cheios de monumentalidade, vivências e tradições. Tem uma área de cerca de 206,77 km², é composto por 10 freguesias, com uma população próxima de 5473 habitantes (2011). Pertence ao distrito da Guarda, à Comarca de Trancoso, à Relação de Coimbra, à Diocese de Viseu, ao Turismo do Centro e à Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões - CIMVDL. O município é limitado a norte pelo município de Sernancelhe, a leste por Trancoso, a sueste por Fornos de Algodres, a sudoeste por Penalva do Castelo e a oeste por Sátão.

Aguiar da Beira é terra muito antiga, sem dúvida anterior à nacionalidade, comprovado pela existência de vestígios arqueológicos de diferentes épocas da história. O seu primeiro foral foi atribuído em 1120 por D. Teresa, mãe do nosso primeiro Rei. O aspeto medieval ainda hoje é bem visível e remete-nos para um passado cheio de acontecimentos históricos.

O vasto património arqueológico evidencia a ocupação remota da região, onde se pode destacar o núcleo megalítico de Carapito (4 dolméns), os antigos povoados fortificados de São Pedro, Carapito e da Serra das Abelhas, as ruínas do Castelo de Aguiar da Beira, e ainda, diversas sepulturas e lagares escavados na rocha. A nível arquitetónico, merece uma visita o Largo do Monumentos da Vila de Aguiar da Beira, composto pela Fonte Ameada, Torre do Relógio e pelo Pelourinho Manuelino, bem como, os Pelourinhos de Penaverde e Carapito, as Pontes Romanas do Candal e da Ponte do Abade, e diversas igrejas e capelas, com destaque para o Santuário de N. Sra dos Verdes, Capela de N. Sr. do Castelinho, Capela de N. Sra de Fátima e Capela de N. Sra do Leite.

Associado ao turismo de saúde e bem-estar, situa-se num vale paradisíaco junto à Ribeira de Coja, o complexo termal das Caldas da Cavaca. As suas águas medicinais são indicadas para curas digestivas, músculo-esqueléticas, respiratórias e da pele. No património natural, podemos ainda destacar a albufeira da Fumadinha e as nascentes dos Rios Dão e Vouga.

O concelho de Aguiar da Beira está ainda ligado à tradição da origem da imagem de Nossa Senhora da Lapa. Conta a história que em 985 o rei mouro Almançor, invadiu as terras de Aguiar, destruindo um mosteiro beneditino perto do lugar de Sismeiro (Capela de Nossa Senhora do Livramento), vandalizando e martirizando as religiosas. Algumas que conseguiram fugir, levando consigo uma imagem, que depois guardaram numa gruta, no alto da Serra da Lapa.

Em termos gastronómicos, as iguarias mais apreciadas são o queijo da serra, os enchidos, o vinho do Dão, o cabrito e vitela assada, o arroz de míscaros, as papas de milho, o requeijão com doce de abóbora, a maça de Aguiar assada com canela e as queijadas de Carapito.

Newsletter

Siga-nos

 

Fale connosco

 Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.   
  +351 232 812 156          +351 232 812 157
  Rua Dr. Ricardo Mota nº 16, 3460-613 Tondela